Desvendando a farsa das demissões por greve!

charge demissões

Ministério do Trabalho autua Metrô por demissão de 42 trabalhadores durante greve!  Jornal O Globo – 14/06

Estado processa 146 professores por abandono de emprego na greve– Jornal O Dia

Diário Oficial ameça de demissão estágio probatório 2014
Ora, não somos ingênuos!

A teatralização das punições por greve feitas neste período de grandes mobilizações já é velha conhecida dos trabalhadores. Afinal, é parte da manipulação dos governos e patrões mentir, aterrorizar, esconder os direitos para poder “melhor” governar ou administrar. Porém, desta vez exageram levando a cabo um de seus os sonhos de consumo. Tentar fazer com que percamos nosso direito de greve. O que eles não dizem é que a constituição federal garante o direito de greve e nenhum trabalhador pode ser penalizado por exercer o que lhe é direito.
Nem mesmo os trabalhadores do Metrô de São Paulo que fizeram uma grande greve de cinco dias e que são considerados “serviço essencial à população” e além de tudo tiveram sua greve considerada ilegal pela justiça ( mesmo sem base jurídica) poderão ser penalizados por exercerem um direito constitucional.

Nem trabalhador sem a estabilidade do servidor público pode ser demitido…

O que dizer então dos governo Pezão e Paes que brincam de inquéritos e ameaças de demissão sem nenhum respaldo legal? Pezão fala em 146 demissões. “Joga pra galera” ou para a imprensa que abrirá inquéritos por abandono de serviço de grevistas. Paes publica em DO a lista de 50 profissionais em estágio probatório que não estariam ” aptos” para serem efetivados. Os motivos não declarados? A greve, é claro! Sabem perfeitamente que não podem realizar suas ameaças. Com a máquina do governo nas mãos eles “podem” publicar o que quiserem. Ameaçar o que quiserem. Mas não poderão efetivar demissões no serviço público, por greve ou por qualquer outro tipo de perseguição política que pretendam.
A greve continua e o governo toma medidas desesperadas.

Por isso, segunda-feira, dia 16/06 haverá um ato em frente à SME/RJ, 9h.

É fundamental que TODOS estejam presentes neste ato, não só em defesa dos trabalhadores perseguidos em função das greves mas, em defesa de todos que poderão sofrer o mesmo tipo de assédio por parte do governo!

Somos todos perseguidos!

O governo persegue toda a categoria!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s