Carta da comunidade escolar COMUNIDADE ESCOLAR DA ESCOLA MUNICIPAL JORNALISTA ORLANDO DANTAS

charge_educ-a-distancia

PORQUE NÃO QUEREMOS A REESTRUTURAÇÃO DA NOSSA ESCOLA

 

Tempo Perdido

Legião Urbana

 

Todos os dias quando acordo

Não tenho mais

O tempo que passou

Mas tenho muito tempo

Temos todo o tempo do mundo

 

Todos os dias

Antes de dormir

Lembro e esqueço

Como foi o dia

Sempre em frente

Não temos tempo a perder

 

(…)

 

Não tenho medo do escuro

Mas deixe as luzes

Acesas agora

O que foi escondido

É o que se escondeu

E o que foi prometido

Ninguém prometeu

Nem foi tempo perdido

Somos tão jovens

Tão Jovens

Tão Jovens!

São várias as razões que apresentamos para que a nossa escola não sofra a reestruturação. Passamos a elencá-las.

  • A vontade da comunidade em preservar a escola do jeito que está (do 4º ao 9º ano), atendendo às necessidades de educação dos seus filhos, é uma condição da democracia que deve vigorar sempre no espaço escolar e nos princípios que embasam o poder público no nosso país. Devemos ressaltar que a comunidade, neste processo, até o presente momento, não foi ouvida nem consultada de forma democrática, como estabelece a própria Resolução 1305 da SME, de 1 de outubro de 2014, nos seu artigo 4, em especial os seus incisos VII e IX;
  • Com a segmentação em EDIs, Primário Carioca e Ginásio Carioca, ocorre a interrupção do processo ensino-aprendizagem. A continuidade do trabalho pedagógico numa mesma unidade escolar contribui para o aprimoramento constante das potencialidades dos alunos, pois ao terem tempo de se identificarem com a escola em que estudam, criam vínculos mais sólidos (laços afetivos inclusive) com seus professores e funcionários da escola, o que permite não só um conhecimento recíproco entre os mesmos como também pavimenta um trabalho pedagógico mais profícuo. Devemos destacar que até a disciplina no ambiente escolar tende a melhorar devido à construção da identidade do alunado com a escola a que tem pertencimento;
  • A oferta de vagas para um segmento numa mesma região leva a termos salas superlotadas, o que prejudica a qualidade do ensino, ou à evasão escolar por questões de dificuldade no deslocamento para outra escola, que nem sempre é próxima. Ademais, também devemos considerar que a extinção de segmentos numa escola pode levar à evasão escolar devido à possibilidade muito real de terem que conviver num mesmo espaço escolar crianças e jovens de comunidades nem sempre amistosas entre si;
  • Ausência de livre escolha, por parte dos pais, da escola em que desejam colocar seus filhos, por questões de identificação, proximidade de casa, quantidade de vagas etc.;
  • Muitos pais hoje podem confiar ao filho mais velho levar os irmãos menores para a mesma escola: com a segmentação isto se torna impossível, pois o horário de entrada é o mesmo, o que dificulta o deslocamento entre escolas diferentes em tempo hábil;
  • Possibilidade de mais violência no entorno e no interior da escola com a reunião de alunos de diferentes comunidades (em 2012, a reestruturação trouxe para nossa escola alunos de comunidades diversas, nem sempre em consonância com os desejos e aspirações da nossa comunidade, o que gerou casos de brigas e consumo de drogas nas adjacências ou arredores da escola);
  • A rejeição à implementação do 6º Ano Experimental, que rebaixa a qualidade do ensino por determinar que um só professor (geralmente um professor primário) trabalhe todos os conteúdos das mais diversas disciplinas, negando, portanto, o direito das crianças e jovens de terem professores especialistas das mais variadas disciplinas (a comunidade é totalmente contrária a tal proposta, e, ainda, ressalta que na rede particular e em públicas de outras cidades existe mais de um professor nas séries finais do primário – 4º e 5º Anos);
  • A realidade demográfica e social do nosso bairro, a Ilha do Governador, é diferente hoje da dos anos 1970, quando a nossa escola, Escola Municipal Jornalista Orlando Dantas, possuía apenas o primário. A população aumentou em número e a demanda por ginásio, entre outros segmentos, cresceu. É NECESSÁRIO QUE SE CONSTRUAM MAIS ESCOLAS E QUE NÃO SEJAM SEGMENTADAS;

 

  • A permanência e a perenidade do corpo do Corpo Docente da escola contribuem para a melhora progressiva do trabalho pedagógico e do ensino ministrado (isto rende frutos devido à baixa rotatividade de professores e funcionários na escola, pois temos muitos destes na escola com muitos anos na escola). A manutenção da espinha dorsal do professorado e dos funcionários na escola é um diferencial, pois se preserva uma linha mestra de trabalho. Os professores e funcionários se identificam, por isso, com a comunidade e vice-versa. Há uma relação estreita de confiança e de conhecimento mútuo. (Muitos professores foram alunos da escola);

 

  • A realidade social e cultural da comunidade escolar é muito mais complexa e diversificada que qualquer planejamento de reestruturação apoiado em bases meramente estatísticas e de fundo simplesmente administrativo.

 

Portanto, afirmamos: QUALQUER REORGANIZAÇÃO OU REESTRUTURAÇÃO DAS ESCOLAS DEVE CONTEMPLAR SEMPRE OS INTERESSES E ANSEIOS DAS COMUNIDADES ESCOLARES POR ELAS ATENDIDAS.”

 

 

COMUNIDADE ESCOLAR DA ESCOLA MUNICIPAL JORNALISTA ORLANDO DANTAS

 QUE VEM A SER A REESTRUTURAÇÃO?

 

É a reorganização das escolas por segmentos, com algumas escolas como EDIs (Espaço de Desenvolvimento Infantil), outras como Primário, do 1º ao 6º ano, outras ainda como Ginásio (do 7º ao 9º ano). É a segmentação ou divisão das escolas por grupos de séries.

A Secretaria Municipal de Educação tem este plano para o ano que vem, e as escolas da nossa região, a Ilha do Governador, têm sido convidadas, através dos seus representantes do CEC (Conselho Escola-Comunidade), a participar de reuniões por grupos de escolas para saber como ficará cada escola – com que segmento – para o ano que vem.

A comunidade precisa, de fato, SER CONSULTADA sobre o destino da sua escola, não apenas comunicada sobre o que vai ser feito. Se, nós cidadãos cariocas, podemos eleger o presidente da República, por que não podemos escolher o que é melhor para a nossa comunidade escolar?

 

OS PROBLEMAS DA REESTRUTURAÇÃO

 

  • Os alunos, quando entram numa escola, criam laços afetivos e de identidade com a escola, professores e funcionários, o que é benéfico para o desenvolvimento da criança: com esta divisão, estes laços se perdem, a educação contínua na escola é interrompida, o que é ruim para a aprendizagem;
  • As famílias, especialmente as com mais filhos, costumam ter o filho mais velho levando os irmãos menores para a escola: com essa divisão, os irmãos de diferentes idades e séries iriam para escolas nem sempre tão perto uma das outras, ainda mais se não houver vagas em escolas próximas;
  • A possibilidade de livre escolha da escola em que a família quer matricular seu(s) filho(s) diminuiria, e com ela o número de vagas nas redondezas da região em que a família mora;
  • Com a redução de vagas, há uma tendência natural de que as turmas fiquem superlotadas, com muitos alunos, o que é prejudicial para a aprendizagem, visto que o professor não poderá dar um tratamento mais individualizado ao aluno com dificuldades;
  • Com a segmentação, podemos ter a seguinte situação: onde a escola X fica com todo o Primário, e a escola Y fica com todo o Ginásio, teremos alunos de diferentes comunidades convivendo no mesmo espaço, o que pode gerar conflitos ao não se respeitar as particularidades locais;
  • E o mais GRAVE é a colocação do 6º ano (antiga 5ª série) no Primário, pois não haveria mais o professor especialista para as crianças, mas sim um único professor trabalhando todas as disciplinas para nossos filhos e alunos: teriam nossas crianças acesso ao conteúdo necessário das diversas disciplinas? Será que a escola dos filhos do Prefeito é assim?

É fundamental a participação de todos da comunidade. Não permita que acabem com a escola pública. A ESCOLA PÚBLICA é NOSSA.

Corpo Docente da Escola Municipal Jornalista Orlando Dantas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s