Audiência Pública- FARSA AO INVÉS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

educacao-publica-vc não tem educação

Democracia não se aprende com a CRE!

No dia 09 de outubro, última sexta-feira, pela manhã, aconteceu a Audiência Pública da 11ª CRE. Contou com a participação dos diretores da Regional 7 do Sepe, Armindo Lajas dos Santos e Marcelo Ferreira de Sant’Anna.
Estiveram também presentes diretores, professores, funcionários administrativos de várias escolas da 11ª CRE, representantes do poder legislativo municipal, a coordenação da 11ª CRE e assessoria e diversos membros da sociedade civil insulana.
Entretanto, não para nossa surpresa, os pais, responsáveis e alunos das várias escolas municipais foram em pequeníssimo número, pois não houve da parte da 11ª CRE maior divulgação de importante evento, nem disposição de dialogar com os pais, responsáveis e alunos, que constituem a maior parcela da comunidade escolar. Com relação aos profissionais de educação, o horário ingrato de 9 horas impossibilitou a presença maciça, visto que é horário de trabalho de professores e funcionários das escolas, e dos pais que trabalham, e ouvimos da própria coordenadora que tinham sido enviados para as escolas convites apenas para diretores e representantes dos CECs.
Isto atesta a pouca disposição de dialogar do poder público municipal, (leia-se Prefeitura, Comissão de Educação da Câmara, SME, 11ª CRE) com as comunidades escolares a quem deveriam servir. Mas servem apenas às grandes corporações que ganham dinheiro com os recursos desviados da escola pública. Se quisessem ampla participação das comunidades escolares poderiam ter feito maior propaganda do evento através de cartazes nas escolas, por exemplo. Os vereadores locais não se fizeram presentes, pois um enviou representante, e o outro saiu poucos minutos após o início do evento, o que demonstra o não comprometimento dos mesmos com a escola pública carioca, visto que são base deste governo municipal que destrói e privatiza a educação pública na nossa cidade. Enfim, só não foi um evento totalmente “chapa-branca”, inclusive com representantes das outras CREs, porque contou com a participação de alguns profissionais de educação que apresentaram a realidade nua e crua de suas escolas abandonadas pelo poder público.

Sepe denuncia reais intenções por trás da reestruturação!

Os representantes do Sepe Regional 7 procuraram destacar o caráter não-democrático do processo de reestruturação/reorganização da rede municipal de ensino, pois na sua idealização e elaboração não houve participação efetiva das comunidades escolares que seriam atingidas por tal projeto. Ressaltaram ainda que tal projeto, para ser implementado, deve passar pelo crivo da comunidade escolar. Não foi esquecido o famigerado 6° Ano Experimental, “menina dos olhos” da SME e dos idealizadores de tal processo de reestruturação/reorganização, crime de “lesa-gerações”, pois rebaixa a educação pública na nossa cidade, ao colocar um único professor generalista trabalhando diferentes conteúdos disciplinares, criando uma segregação definitiva na educação, com escolas para rico e outras para pobre, negando aos filhos da classe trabalhadora o direito a uma educação de qualidade. Foi dito ainda que a verdadeira reestruturação/reorganização deve contemplar a valorização salarial do profissional de educação, não apenas salarial, mas com adequadas condições de trabalho e respeito a autonomia do trabalho pedagógico. O também coordenador-geral do Sepe-RJ, Marcelo Sant’Anna, lembrou ainda do Massacre da Cinelândia de 1º de outubro de 2013, quando os profissionais de educação, em luta contra a aprovação autoritária de um plano de carreira e salários (que não contempla a nossa categoria), foram brutalmente reprimidos pela PM a mando de Eduardo Paes e Sérgio Cabral.
Aliás, a CRE chegou a ir a algumas escolas na nossa região para APENAS apresentar o projeto de reestruturação/reorganização, mas foi rechaçada pela grita das comunidades escolares que se manifestaram contrárias a um processo que traz inúmeros prejuízos para a vida das famílias e de seus filhos, além do retrocesso pedagógico embutido em tal medida. O caráter desse projeto é meramente economicista e visa a implementação da privatização das escolas, abrindo brechas para a introdução de um modelo inspirado naquilo que chamamos “parceria público-privada”.
A audiência contou com 31 oradores, em sua maioria profissionais de educação atentos a mais este ataque da Prefeitura e da SME à escola pública carioca: a Reestrutração/Reorganização da Rede. Apesar de alguns profissionais de educação – professores, merendeiras, agentes de educação infantil entre outros, terem feito reivindicações pontuais e específicas, boa parte das falas girou em torno das críticas ao projeto de Reestruturação/Reorganização, por parte de professores, funcionários, pais e alunos, que ressaltaram o caráter autoritário do projeto, o que não contempla a realidade dos membros das diferentes comunidades escolares da nossa região.
Ficou ainda mais claro para nós a carência de professores e de funcionários administrativos da Rede Municipal de Educação, em especial o caso da 11ª CRE, diante dos números que foram apresentados em power-point pela CRE. Os poucos alunos e pais que estiveram presentes fizeram questão de destacar as péssimas condições de estrutura em que se encontram várias escolas na Ilha do Governador. Isso revela o descaso da Prefeitura, mais preocupada com os gastos para os Jogos Olímpicos de 2016.
Ao final, o presidente da comissão de educação da Câmara fez questão de ressaltar que o processo de Reestruturação/Reorganização estava paralisado para o ano de 2016 – assim como dissera também a Coordenadoria da 11ª CRE -, e que a retomada deste processo deveria ocorrer em diálogo com as comunidades. Estamos de olho!!! Vamos Cobrar!!! Na luta contra a Reestruturação/Reorganização!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s