Prefeito, fechar escola é crime!

Reestruração de segmentos escolares sem construção de

prédios, é fechamento de escolas!

A  Regional 7 do Sepe  (Sepe Ilha), iniciou nesta semana um ampla campanha contra os planos da SME para o  fechamento de diversas escolas.  Sob o argumento da reestruturação de segmentos, a prefeitura do Rio seguindo sua política de privatização, agora  ameaça fechar escolas. Com o intuito de economizar, maquear a carência de profissionais da rede municipal e facilitar ainda mais o desvio de verbas públicas a secretária Costin apresenta um novo projeto em andamento para 2013. Pretende reestruturar as escolas por segmentos. A nova orientação não passa de uma tentativa de fechamentos de diversos segmentos em escolas. Com a desculpa do remanejamento de segmentos, a secretaria promoverá, na prática o fechamento de várias turmas em nossas escolas. Então vejamos como funciona hoje: muitas escolas oferecem ensino do 1º  ao 9º ano. As comunidades onde se encontram estas escolas, estão organizadas e com suas vagas garantidas em unidades escolares próximas a seus locais de moradia nesses de anos de escolaridade. Sem a construção de novos prédios, é óbvio que não haverá escolas em locais próximos para todos. Esta “reestruturação” significará que se em um determinado local uma escola funcione com o 1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º, 7º, 8º e 9º ano, e que seja fechado de 1º ao 4º ano, com toda a certeza não haverá escola próxima para abrigar todos esses alunos. Tal fato provocará, certamente, uma grande evasão, pois nossos alunos não encontrarão vagas próximas a sua residência. O fechamento de segmentos, na prática representa o fechamento de escolas, uma vez que não haverá novos prédios nos locais, para abrigar todos os alunos excluídos. 

A Secretária de Educação afirmou em reunião, no dia 30/08/2012, com o Conselho de Professores que tais decisões para as mudanças em nossas escolas deverão ser tomadas em conjunto com o CEC e a Comunidade Escolar e não apenas decisão das Direções. Ela sabe, que se os profissionais denunciarem às comunidades escolares os planos da atual administração municipal  e que essas denúncias podem  ameaçar a reeleição de Paes.

Como acontece na rede estadual, professores virarão andarilhos 

Assim como o governo  Cabral, Paes trabalha com a política neoliberal do estado mínimo. Dessa forma, tanto um como outro tentam desresponsabilizar o Estado de suas obrigações mais primárias como saúde e educação. Para isso sua política é a educação mínima. Mínimo de salário para profissionais, o mínimo de profissionais concursados, o mínimo de investimento direto nas escolas, e também o mínimo em termos de quantidade de escolas. A municipalização e o remanejamento de alunos na rede estadual, significou o fechamento de muitas escolas. Com isso, os profissionais que atuam em escolas da rede estadual são verdadeiros andarilhos e precisam correr de uma escola para outras a fim de complementarem cargas horárias que cumpriam em apenas uma unidade escolar. Na rede municipal este quadro se repetirá se permitirmos que Paes implante seus planos.

Edis já representa fechamento de escolas

A menina dos olhos da propaganda eleitoral de Eduardo Paes, representou a retirada de oferecimento de ensino fundamental para o 1º segmentos em diversas escolas. Ou seja, o fechamento de várias escolas. Paes e sua secretária não financiaram a construção de nenhuma escola para garantir a implantação dos EDIs. Mesmo assim abriu vagas para crianças em idade de creche, sem se importar com o que aconteceria com as crianças que estudavam naqueles prédios.

Por isso, nossa categoria e o sindicato precisam se juntar para combater mais estes ataques à educação municipal.

Carta aos responsaveis Rede Municipal de Ensino

Um comentário em “Prefeito, fechar escola é crime!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s